Sexta, 21 de Junho de 2024
17°C 35°C
Bom Jesus, PI
Publicidade

Ex-vereador é condenado a 24 anos de prisão por matar e esconder corpo de ex-mulher, no Sul do Piauí

A vítima, Renata Pereira da Costa, foi procurada por mais de 3 meses pela Polícia, família e pelo próprio condenado pelo crime, Francisco das Chagas Ferreira. Ele vai cumprir a condenação pelos crimes de feminicídio e ocultação de cadáver em regime fechado.

15/05/2024 às 11h03
Por: Felipe Rosal
Compartilhe:
Ex-vereador é condenado a 24 anos de prisão por matar e esconder corpo de ex-mulher, no Sul do Piauí

O ex-vereador de Nazaré do Piauí, Francisco das Chagas Ferreira, foi condenado a 24 anos e 9 meses de prisão, em regime fechado, pelo assassinato e ocultação de cadáver da ex-companheira Renata Pereira da Costa, em dezembro de 2020, na zona rural do município.

Continua após a publicidade
Anúncio

A decisão foi anunciada, na noite de terça-feira (15), durante o julgamento do ex-vereador no Fórum Ministro Aldir Passarinho, em Floriano, a 46 km de Nazaré do Piauí. A sessão teve quase 12 horas de duração e contou com a presença de familiares e amigos da vítima e membros de movimentos de defesa das mulheres.

Continua após a publicidade
Anúncio

Na época do crime, Renata saiu de casa, em Nazaré do Piauí, acompanhada dos filhos – uma menina de 12 anos e um menino de quatro anos – para fazer compras em Floriano. Ela deixou as crianças na casa de uma tia e garantiu que não demoraria para retornar.

Continua após a publicidade
Anúncio

Segundo a investigação policial, no caminho para as compras, o ex-companheiro da vítima a abordou e convenceu a entrar em seu carro, se oferecendo a dar-lhe uma carona. Durante o trajeto, ele golpeou a cabeça de Renata com uma forte pancada e a matou.

Ainda de acordo com a investigação, após cometer o crime Francisco das Chagas dirigiu até a divisa entre Floriano e Itaueira e escondeu o cadáver da agricultora.

Renata foi procurada pela Polícia e por sua família durante três meses. O próprio ex-vereador ajudou nas buscas e deu três versões diferentes à Polícia Civil.

Em janeiro de 2021, 34 dias após o desaparecimento de Renata, uma ossada humana foi encontrada em uma região de mata fechada na fronteira entre os municípios. Os exames de DNA realizados pela perícia criminal confirmaram, dois meses depois, que se tratava da agricultora assassinada.

Com as investigações finalizadas, a Polícia Civil pediu a prisão preventiva do ex-vereador, acusado posteriormente pelos crimes de feminicídio, ocultação de cadáver e fraude processual.

 

Indignação

 

Antes do julgamento, uma manifestação por justiça e em memória de Renata aconteceu em frente ao Fórum de Floriano. Uma amiga da família da vítima verbalizou a revolta de quem conhecia a agricultora.

 

“Todo esse movimento é para buscar justiça por tantas mulheres, mulheres negras, que são mortas. No primeiro momento, procuramos por ela. Hoje pedimos que parem de nos matar”, suplicou.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Bom Jesus, PI
23°
Parcialmente nublado

Mín. 17° Máx. 35°

23° Sensação
2.19km/h Vento
59% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h11 Nascer do sol
05h47 Pôr do sol
Sáb 35° 18°
Dom 37° 18°
Seg 36° 19°
Ter 37° 17°
Qua 37° 17°
Atualizado às 08h01
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Economia
Dólar
R$ 5,43 -0,39%
Euro
R$ 5,80 -0,62%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,03%
Bitcoin
R$ 366,343,05 -2,29%
Ibovespa
120,823,70 pts 0.31%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias