Quinta, 27 de Janeiro de 2022
23°

Pancada de chuva

Bom Jesus - PI

PIAUÍ Milagre

Bebê vítima de acidente com advogado recebe alta após um mês internada no HUT

“Ela está bem, está tendo uma boa recuperação. Foi um grande milagre que Deus fez, porque achavam que era impossível ela sobreviver após a cirurgia, mas Deus colocou a mão”, disse Aline Alves.

03/01/2022 às 10h39
Por: Felipe Rosal
Compartilhe:
 Bebê vítima de acidente com advogado recebe alta após um mês internada no HUT

Após quase um mês internada na UTI do Hospital de Urgência de Teresina (HUT), a bebê Laura Sofia, de oito meses, recebeu alta da unidade de saúde na última sexta-feira, 31 de dezembro. A pequena foi uma das vítimas do acidente que envolveu o advogado Marcus Nogueira, no dia 2 de dezembro, que terminou com a morte do avô e deixou a mãe e a tia feridas. 

A mãe da bebê, Aline Alves, que também foi vítima do acidente, relatou ao Cidadeverde.com que a filha está em casa e passando por uma boa recuperação. A mãe destacou ainda que a alta de Laura Sofia foi "um milagre de Deus". 

“Ela está bem, está tendo uma boa recuperação. Foi um grande milagre que Deus fez, porque achavam que era impossível ela sobreviver após a cirurgia, mas Deus colocou a mão”, disse Aline Alves. 

De acordo com a mãe, Laura Sofia sofreu um traumatismo craniano encefálico grave e passou por uma cirurgia na cabeça. Os médicos também apresentaram a possibilidade da criança ter sequelas futuramente.   

“Ela teve traumatismo craniano encefálico grave e fez uma cirurgia. Eles disseram que futuramente ela poderá ter sequelas, mas ela também vai ser acompanhada por especialistas, fisioterapeutas, neuropediatras”, acrescentou. 

O acidente 

O acidente que vitimou mãe e filha aconteceu na noite do último dia 02 de dezembro, por volta das 22h, no cruzamento das Avenidas Higino Cunha e Odilon Araújo, no bairro Piçarra. O advogado Marcus Vinicius Nogueira conduzia uma Hilux SW4 que colidiu fortemente no carro Siena, ocupado pelas vítimas, resultando da morte de Raimundo Nonato da Silva Oliveira, de 53 anos.

O advogado chegou a ser preso em flagrante, mas foi liberado no dia seguinte após pagar uma fiança de R$ 15 mil. A Justiça determinou uso de tornozeleira eletrônica e o cumprimento de medidas cautelares

Na noite de 13 de dezembro, a perícia do Instituto de Criminalística realizou a reconstituição do acidente. Participaram dos trabalhos equipes da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar e Polícia Civil.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias