Quinta, 27 de Janeiro de 2022
23°

Pancada de chuva

Bom Jesus - PI

PIAUÍ Vacina Infantil

Voo que traria doses pediátricas ao Piauí é cancelado, avisa Ministério da Saúde

A vacinação será realizada com o imunizante da Pfizer (Comirnaty), autorizado para aplicação no público infantil pela Agência Nacional Vigilância Sanitária (Anvisa), com o intervalo de 8 semanas entre a primeira e a segunda dose.

14/01/2022 às 10h08
Por: Felipe Rosal
Compartilhe:
 Voo que traria doses pediátricas ao Piauí é cancelado, avisa Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde comunicou na manhã de hoje (14) que o voo que traria as 20 mil e 200  doses pediátricas da Pfizer para imunizar crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19 no Piauí foi cancelado. 

“O cancelamento se deu em virtude da tripulação ter testado positivo para Covid-19. A Sesapi aguarda comunicado do Ministério da Saúde informando a nova programação de voo. Em virtude da mudança, a logística de distribuição das doses será refeita pela Coordenadoria de Imunização, tão logo receba as confirmações necessárias”, diz a nota da Sesapi.

Mais de mil voos foram suspensos no País, devido a transmissão pela variante ômicron. 

As doses para o Piauí viriam em voo comercial pela Latam.

O secretário Estadual de Saúde, Florentino Neto, já tinha comunicado que a Sesapi tem logística de distribuir as doses aos municípios até 12 horas após a chegada dos imunizantes ao estado. 

Teresina preparava vacinação para segunda

O presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gilberto Albuquerque, informou agora há pouco ao portal Cidadeverde.com que a prefeitura estava trabalhando para iniciar a vacinação das crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19 na segunda-feira (17).

O início da imunização na capital depende do recebimento das doses pediátricas que iriam chegar hoje ao Piauí.

Gilberto disse que a Sesapi ainda não informou a quantidade de doses que Teresina irá receber.

Assim que souber a qualidade de doses pediátricas, a Fundação Municipal de Saúde abrirá agendamento para esse público.

“A prioridade será para as crianças com comorbidades, acamados, com deficiência permanentes e depois faremos de forma decrescente para público em geral”, disse Gilberto.

Segundo ele, em Teresina existem mais de 90 mil crianças de 5 a 11 anos que precisam ser vacinados contra a covid-19. 

“São doses diferenciadas e equipes já foram treinadas para aplicar no público infantil”. 

A vacinação será realizada com o imunizante da Pfizer (Comirnaty), autorizado para aplicação no público infantil pela Agência Nacional Vigilância Sanitária (Anvisa), com o intervalo de 8 semanas entre a primeira e a segunda dose.

A vacinação infantil ocorrerá:

Em ordem decrescente de idade (das crianças mais velhas para as mais novas), com prioridade para quem tem comorbidade ou deficiência permanente e para crianças quilombolas e indígenas;

Sem necessidade de autorização por escrito, desde que pai, mãe ou responsável acompanhe a criança no momento da vacinação;

Com intervalo de oito semanas – um prazo maior que o previsto na bula, de três semanas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias