Quinta, 27 de Janeiro de 2022
23°

Pancada de chuva

Bom Jesus - PI

SUL DO PIAUÍ SUL DO PIAUÍ

Chuvas: Com 60 famílias atingidas, Curimatá decreta situação de emergência

Outro agravante na região foi o rompimento de dois trechos da PI-256, entre as cidades de Curimatá e Morro Cabeça do Tempo.

14/01/2022 às 18h08
Por: Felipe Rosal
Compartilhe:
Chuvas: Com 60 famílias atingidas, Curimatá decreta situação de emergência

A Prefeitura de Curimatá, no Sul do Piauí, decretou situação de emergência após as fortes chuvas registradas no município nos últimos dias que já atingiu quase 60 famílias na região. A medida foi assinada pelo prefeito Valdecir Júnior (Progressistas) e publicada no Diário Oficial dos Municípios na edição do último dia 12 de janeiro. 

Nas redes sociais, o gestor comentou que o acumulado de chuvas nos 10 primeiros dias de janeiro já preocupa, que faz o levantamento das famílias desabrigadas devido às chuvas. A madrugada da última segunda-feira (10) foi de muita chuva na cidade, alcançando 130 milímetros.

“Foram 440 milímetros de chuva do final de dezembro até agora. A média histórica de chuva é de 900 milímetros em todo o inverno, já temos famílias desabrigadas. Determinamos que a Assistência Social faça o levantamento da situação para que a Prefeitura possa auxiliar essas pessoas”, anunciou o prefeito. 

Além disso, o sistema de segurança da barragem Vereda da Cruz foi aberto pela prefeitura para que ela não transbordasse e causasse mais prejuízos. “Montamos uma força tarefa para limpeza de ruas e avenidas. Além disso, estamos fazendo o levantamento dos prejuízos na parte de infraestrutura, como estradas e prédios públicos para que possamos fazer os pequenos reparos o quanto antes e os demais, mais complexos, elaborar um projeto para iniciar tão logo o tempo esteja estável”, reiterou Valdecir Júnior. 

Outro agravante na região foi o rompimento de dois trechos da  PI-256, entre as cidades de Curimatá e Morro Cabeça do Tempo, comprometendo parcialmente o tráfego de veículos e pedestres por esta via e sendo obrigado buscar um desvio para se chegar aos povoados do extremo norte do município e a cidade de Morro Cabeça no Tempo. 

“Houve o corte em dois pontos dessa rodovia, que recebe a pavimentação asfáltica feita pelo DER, entre as cidades, mas dentro do território de Curimatá. O tráfego não ficou totalmente comprometido em razão da existência da antiga estrada que hoje está servindo como um desvio para se chegar aos povoados da região e ao município de Morro Cabeça no Tempo”, disse o prefeito.

 

O decreto já entrou em vigor e vale pelo prazo de 90 dias, podendo ser prorrogado caso for necessário.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias