Quinta, 19 de Maio de 2022
27°

Pancada de chuva

Bom Jesus - PI

SUL DO PIAUÍ SUL DO PIAUÍ

Coren flagra irregularidades em hospitais e interdita setores de enfermagem em Gilbués e Caracol, no Sul do Piauí

Na cidade de Caracol, segundo o Coren, os gestores do município se recusaram a manter a interdição. Em Gilbués, a prefeitura informou que vai tomar as providências para resolver os problemas apontados. O g1 não conseguiu contato com as gestões.

26/01/2022 às 10h08
Por: Felipe Rosal Fonte: G1
Compartilhe:
Coren flagra irregularidades em hospitais e interdita setores de enfermagem em Gilbués e Caracol, no Sul do Piauí

 O Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI) realizou duas interdições éticas nos hospitais das cidades de Caracol e Gilbués, cidades distantes cerca de 700 km de Teresina. Entre as irregularidades encontradas, os hospitais não tinham enfermeiros 24 horas e nem enfermeiros responsáveis técnicos pelos procedimentos.

 

O g1 tentou contato com as Secretarias de Saúde dos dois municípios, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem. Nas rede sociais, a prefeitura de Gilbués informou que vai tomar as providências para resolver os problemas apontados.

Segundo o Conselho, na cidade de Gilbués foram interditados os serviços de enfermagem da Unidade Mista de Saúde Areolino Macarenhas. Duas ilegalidades foram informadas pelo Coren: a inexistência de enfermeiro 24 horas e a ausência de enfermeiro responsável técnico pelos serviços de enfermagem.

"A unidade de saúde em funcionamento sem enfermeiro 24 horas e sem enfermeiro responsável técnico é uma situação que coloca a qualidade do serviço de Enfermagem prestado em risco, tanto para os profissionais, como para a sociedade. Com o objetivo de proteger a todos, o Coren realizou essa intervenção”, explicou o conselheiro Wendel Alves.

A interdição acontece após as etapas de fiscalização, notificação e abertura de procedimento de sindicância do Coren-PI, e a desinterdição pode ser solicitada, a partir da resolução dos problemas diagnosticados.

A Unidade Mista de Saúde, conforme o Conselho, assinou um termo que indica a tomada de medidas necessárias. Nas redes sociais, a prefeitura informou que os problemas serão solucionados e que os atendimentos médicos permanecem no hospital.

Na manhã de terça-feira (25), em Caracol, os serviços de enfermagem da Unidade Mista Senador Dirceu Mendes Arcoverde foram interditados. Na cidade, o presidente do Coren, Antônio Francisco Luz, informou que ingressou com uma ação civil pública para garantir as melhorias.

Coren flagra irregularidades em hospitais e interdita setores de enfermagem em Gilbués e Caracol, no Sul do Piauí — Foto: Divulgação/Coren-PI

De acordo com o Conselho, a estrutura do local está danificada e infiltrações no teto e paredes foram encontradas, além de mobília enferrujada e falta de conservação das enfermarias. Outra irregularidade é a ausência de um ambiente adequado para o descanso dos profissionais, que não possui, por exemplo, água para os sanitários.

“Enfrentamos uma enorme resistência das autoridades locais, que ameaçaram não cumprir a determinação. O hospital apresenta irregularidades gravíssimas e danificação geral da estrutura física, os profissionais não têm as mínimas condições para continuar trabalhando no local”, destacou Arthur Antunes, assessor técnico do Coren-PI.

Diante da situação, segundo o presidente do Conselho, uma ação civil pública foi instaurada.

"Fomos pegos de surpresa quando os gestores do município, o prefeito e o secretário municipal, obrigaram a direção do hospital a desafixar os termos de interdição ética. Já acionamos a nossa procuradoria jurídica para ingressar com ação para garantir nossa interdição", informou.

A prefeitura da cidade não se manifestou sobre a situação. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias